Polícia Civil de Espigão d’Oeste inicia nova fase da operação em repressão a crimes de furto e receptação

Da Assessoria SEVIC Espigão

Polícia Civil de Espigão d’Oeste inicia nova fase da operação em repressão a crimes de furto e receptação

Após pelo menos duas semanas de intensos trabalhos de investigação, a Polícia Civil de Espigão d’Oeste/RO teve sucesso na manhã desta quinta-feira (16), em identificar os autores do furto no Posto de Saúde Gebaldo dos Reis, bairro Cidade Alta, tendo da operação realizada, o êxito em recuperar uma televisão e uma impressora.

A ação desta quinta-feira é desdobramento das várias prisões ocorridas nos últimos 15 (quinze) dias, também originada da apreensão de adolescentes envolvidos em um sem-número de ocorrências de furto a residência e estabelecimentos comerciais nesta cidade.

Após diligências, foi possível identificar os infratores, confirmando o envolvimento de três criminosos. Um dos infratores, após sua identificação e a apreensão dos objetos em sua posse, confessou ter entrado pela janela da recepção do referido posto de saúde, e subtraído 1 televisão de 32 polegadas, marca LG, 1 monitor de 20 polegadas, marca LCV, 1 teclado de computador e 1 impressora multifuncional, marca laser jet.

A equipe de policiais civis já está no encalço dos eventuais receptadores e visa apreender o restante dos objetos furtados.

A operação foi comandada pelo Delegado de Polícia, Dr. Frankie Lopes de Souza, que, procurado por esta equipe de reportagem, relatou que: “A sociedade tem sofrido com uma série de pequenos furtos, que tiveram um sensível aumento neste início de ano, que sem dúvida alguma, abalam a tranquilidade social e portanto, reclamam uma atuação mais incisiva por parte dos órgãos de segurança pública. Diante deste quadro, os policiais civis de Espigão não mediram esforços e já prenderam diversos envolvidos, recuperando também os objetos furtados”.

A Polícia Civil de Espigão d’Oeste alerta a população quanto a aquisição de qualquer produto de procedência duvidosa, seja pelo seu ínfimo valor, seja pela pessoa que faz a venda ou as condições do negócio, pois quem recebe produto de origem ilícita, responderá criminalmente pelo crime de receptação.

saiba mais

Polícia Civil efetiva a prisão de “comandante do furto”, em Espigão do Oeste

 

Comentários pelo facebook

Comentários

Carregar mais em DESTAQUES

Verificar também

Residencial Esperança agoniza junto com sonho de pretensos moradores

Em 2014 administração anunciava que até março de 2015 moradias seriam entregues. A empresa…